Flacidez

Um dos fatores que causam a flacidez é o famoso emagrecer e engordar. Além disso, observamos a flacidez no pós parto, e quando realizadas cirurgias onde é retirada grande quantidade de gordura (pós lipo), ou em casos onde a flacidez é ainda mais aparente, no caso das cirurgias bariátricas, onde a redução de peso é muito intensa em pouco tempo.

As áreas mais atingidas são sempre a barriga, o bumbum, as coxas e os braços.
Isso porque o colágeno e a elastina (fibras responsáveis pela sustentação da pele) começam a enfraquecer naturalmente com o passar do tempo. Algumas pessoas jovens também notam sinais de flacidez.
O cigarro, a exposição ao sol sem proteção por um longo período, o sedentarismo e a alimentação inadequada são os maiores causadores da flacidez.

Carboxiterapia pós gestação

Sem sombra de duvida a carboxiterapia veio pra ficar. Com sua grande aplicação no tratamento de celulites e gordura localizada, sua introdução no período pós-parto também é uma realidade.
Apos o nascimento do bebe, observamos certa aflição da mãe em relação ao que agora sobra de pele abdominal.Acrescenta-se a isto, em alguns casos, o surgimento de estrias que de igual forma a incomoda.
No consenso ibero-americano realizado em 2005, foi mostrado um trabalho focando o uso da carboxiterapia para tratar estes dois incômodos do pós-parto, com muito sucesso.
O que observamos na pratica e que a pele retrai com muito mais velocidade, mantendo uma padrão de melhora inclusive da flacidez.Ao mesmo tempo, aplicamos nas estrias recentes(vermelhas), observando uma melhora potencial destas, reduzindo sobremaneira o desconforto estético da paciente.
O que diferencia o método de outros tratamento para flacidez e estrias, e o fato de que usamos apenas gás carbônico, o que não exporá a paciente a riscos, nem alterara o leite materno, permitindo que o bebe amamente normalmente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>